Ativo 11.png
1/47

Ser ceramista é sentir prazer em trabalhar.

Ao manipular o barro e explorar a sua plasticidade, gosto mais da viagem do que do produto final.

A materialidade do barro puro é o que me interessa hoje.

Despir de  tudo o que é supérfluo, explorar formas e linhas, chegar à essência.

Flávia Pircher 
maio 2022

cerâmica